empreendedorismo nas crianças

5 vantagens de incentivar empreendedorismo nas crianças

By Hey Peppers!
In maio 24, 2017
1126 Views

Nos últimos anos, o número de empreendedores cresceu significativamente no Brasil. Segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2015, quatro em cada dez brasileiros estão envolvidos com a criação de uma empresa. Além disso, entre os trabalhadores que ainda não começaram seu negócio, boa parte tem esse desejo ou faz planos — principalmente a fatia mais jovem.

O mais interessante é que essa não é uma vontade que surge apenas na fase adulta, mas na infância também. E incentivar empreendedorismo nas crianças tem se tornado uma prática cada vez mais comum.

A família pode estimular essa aspiração nos pequenos de diversas maneiras, no entanto é extremamente importante mostrar a eles a necessidade de preservação de valores e a relevância do esforço para se alcançar os objetivos. Aos pais cabe, ainda, valorizar os sonhos dos filhos e orientá-los da melhor maneira possível.

Desenvolver o senso de empreendedorismo na infância gera inúmeros benefícios para a vida adulta — e não apenas profissionais. A criança desenvolve várias habilidades fundamentais em diversos aspectos.

Quer saber mais sobre esses benefícios? Continue a leitura e conheça 5 vantagens de incentivar empreendedorismo nas crianças.

1. Estimula a criatividade

As crianças, naturalmente, já têm uma imaginação fértil e, com orientação adequada, ela pode ser aguçada, tornando-se um diferencial para toda a vida. Essa qualidade ajuda, inclusive, no desenvolvimento de muitas habilidades.

De uma forma lúdica, sem exageros, é importante que a família motive e auxilie a criança a despertar sua criatividade cada vez mais. Respeitando os interesses dos pequenos e sabendo em quais atividades eles demonstram mais talento, é possível colaborar com seu progresso.

Veja algumas formas de instigar o lado empreendedor da criançada e, consequentemente, a criatividade:

  • Crie um ambiente estimulante e cheio de recursos, onde o pequeno possa, por meio de jogos, filmes, livros e músicas, desenvolver sua imaginação.
  • Proponha desafios que estimulem a criatividade e levem a criança a se esforçar para concluir as atividades.
  • Apresente lugares e culturas diferentes para o seus filhos, a participação dos pais é essencial para o desenvolvimento do conhecimento.
  • Incentive-as a fazer perguntas sempre que necessário e valorize suas formas de expressão.

2. Desperta a responsabilidade desde cedo

Às vezes, os pais não acreditam na capacidade dos filhos de exercer a autonomia e acabam impedindo o desenvolvimento da responsabilidade neles. Mas deixá-los ter pequenas responsabilidades é necessário para o crescimento. Os adultos podem até mesmo se surpreender com a capacidade dos pequenos de organizar e executar projetos.

As crianças que têm a possibilidade de se tornar empreendedoras praticam o senso de responsabilidade, amadurecendo o suficiente para desenvolver atividades que ajudam a se tornar adultos centrados.

Para ajudar nesse processo, não é necessário que os responsáveis estimulem a criança a iniciar um grande negócio. Incentivar pequenas ações, como dar um bichinho de estimação pelo qual a criança será responsável, já é o suficiente. Um adulto precisa orientar a criança, no entanto a atividade, seja qual for, deve ser vista como um dever. Você pode, ainda, encorajá-la a iniciar um blog, organizar uma festinha ou um trabalho social.

Apoiar e incentivar as ideias dos filhos são ações essenciais. Assim, eles se sentem à vontade para realizar suas tarefas e crescer com elas. Mesmo que seja algo simples a ser realizado, mostre que é importante se dedicar e assumir os riscos. Caso algo dê errado esteja pronto a apoiá-los, desenvolvendo ainda mais sua confiança.

3. Ensina a lidar com dinheiro

Saber sobre educação financeira ainda na infância com certeza vai fazer muita diferença na fase adulta — e uma das formas de ensinar é por meio do empreendedorismo.

Crianças que aprendem planejamento financeiro (e até mesmo sobre como investir) serão adultos conscientes e terão maior capacidade de se sair bem nessa área da vida.

Para ajudar os pequenos, os pais devem mostrar como lidar com dinheiro. Uma ideia é e deixá-lo administrar a venda de alguma roupa ou brinquedo que não seja mais usado (com a supervisão e orientação do responsável, é claro). Após essa etapa, é interessante ensiná-lo o que fazer com o dinheiro da negociação, podendo investir ou colocar na poupança.

Além disso, desde cedo ensine a criança a economizar em suas compras, adquirindo o que realmente é preciso sem fazer gastos desnecessários.

4. Mostra como se comportar diante de frustrações

Quando iniciamos um projeto, grande ou pequeno, queremos que ele vá bem e apresente bons resultados. Entretanto, nem sempre é assim que as coisas acontecem.

Quando a criança embarca nessa aventura de colocar em prática alguma ideia, a conclusão pode não sair como desejada e gerar frustrações. No entanto, ela estará aprendendo a lidar com isso e a buscar uma solução para o problema.

Os pequenos devem ser motivados a aprender com seus erros. A experiência com a frustração é fundamental para ajudá-los a resolver o que deu errado e a fazer diferente nas próximas vezes.

Estimular a criança a ser responsável por um empreendimento fará com que ela se sinta importante por estar no controle da situação. É bem provável que ela fique nervosa quando algo der errado, por isso o adulto precisa mostrar como ter paciência diante de questões e desafios.

5. Incentiva a organização

Encorajar essa prática nas crianças vai ajudá-las a se organizar e a aprender sobre como traçar metas e objetivos, além de estimulá-las a manter o foco para concretizar seus sonhos.

Alguns meninos e meninas parecem que já nasceram organizados, mas existem outros que, pelo contrário, não conseguem manter as coisas em ordem e tornam-se adultos desorganizados, sem foco e que não conseguem realizar seus objetivos.

Mas se essas crianças receberem ajuda desde cedo, conseguem desenvolver a disciplina e se tornar adultos realizados. Uma das maneiras que os pais podem ajudar é estimulando-os a empreender.

Com uma responsabilidade nas mãos, os pequenos saberão idealizar metas e manter tudo em ordem para conseguir atingir bons resultados. Aprendendo a organização ainda na infância, o adulto terá mais facilidade em realizar seus objetivos.

Gostou do post? Agora que você pode conhecer algumas das vantagens em incentivar empreendedorismo nas crianças, que tal saber os principais benefícios de aprender programação?

Deixe um comentário