Dicas de inglês para quem quer trabalhar com inovação

By Hey Peppers!
In fevereiro 21, 2016
1235 Views

Quem estuda administração ou vivencia a gestão de uma empresa já deve ter ouvido falar de design thinking ou radical collaboration.

Esses e outros termos em inglês são cada vez mais usados no ambiente corporativo para falar sobre criatividade e inovação.

Veja a seguir 6 expressões que você certamente já ouviu ou ainda vai ouvir quando esse for o tema da conversa no seu trabalho:

Design thinking

Usando uma definição simples, é uma estratégia aplicada por grupos de pessoas, não apenas no ambiente comporativo, para ampliar seu padrão mental, promovendo o surgimento e a execução de ideias criativas. Exemplo: um grupo de pessoas tem o desafio de criar um carrinho de supermercado que atenda as necessidades reais do consumidor e precisa usar técnicas específicas para atingir esse objetivo.

Mindset

É o seu padrão mental, aquele que determina suas respostas e atitudes ao interpretar as situações do dia a dia. Em resumo, são suas crenças, preconceitos, ideias cristalizadas e hábitos. Quando falamos num carrinho de supermercado, por exemplo, é provável que você pensará em uns três ou quatro tipos diferentes, no máximo. Este é seu “mindset”, seu universo conhecido. Para ampliar o “mindset” de um time numa empresa, o primeiro passo é produzir ideias coletivamente, como você verá no próximo ponto.

To ideate

É realizar o processo de geração de ideias. Em uma empresa que pretende lançar produtos inovadores, é preciso buscar múltiplas soluções para as necessidades dos clientes, sem julgamentos. Esta é uma fase muito importante, porque um olhar, um comentário ou qualquer outro aspecto sutil da interação pode matar uma ideia inovadora que estava só nascendo. O “ideation” pode ser através de “brainstorming” ou outras técnicas.

Brainstorming

É uma das técnicas de “ideation” usadas no “design thinking”, para ampliação do “mindset”. Geralmente é uma técnica bem estruturada, com algumas regras básicas:

a) ninguém julga nenhuma ideia;
b) todos encorajam as ideias mais malucas e não necessariamente realizáveis (a partir delas, em outra etapa, é possível aperfeiçoar e realizar);
c) todos devem construir ideias a partir da ideia do outro;
d) todos buscam quantidade de ideias, não exatamente qualidade nesta etapa;
e) todos ouvem quando alguém está falando;
f) todos devem ser visuais (desenhar a ideia para os outros geralmente ajuda);
g) ninguém pode sair do foco;
h) é importante testar a “radical collaboration” (um termo que você verá no próximo tópico).

No exemplo do carrinho de supermercado, alguém poderia sugerir um carrinho virtual, um carrinho com cadeirinha pra cachorro ou qualquer outra ideia – e ninguém poderia destrui-la com argumentos “inteligentes”.

Radical collaboration

Um método de trabalho que consiste em montar times de profissionais com diferentes experiências, vindos de diferentes camadas da sociedade, com formações diversas. Quando mais heterogêneo o time, maior a chance de produzir “pattern-breaking innovation”, conceito que será explicado a seguir.

Pattern-breaking innovation (ou disruptive innovation)

É a famosa inovação disruptiva, o tipo de inovação que sai do lugar-comum. Não se trata meramente de uma melhoria do que já existe, mas algo que altera paradigmas, comportamentos ou até uma sociedade inteira.

Esta matéria da Exame, mostra expressões utilizadas dentro do mundo do design. Se você quer se inserir na área, mas tem dificuldades no idioma, é importante fortalecer o seu conhecimento no inglês e definir o seu melhor método de aprendizado. Nas nossas escolas, oferecemos diferentes cursos, com diversos métodos de ensino, a fim de fazer com que o aluno aprenda de verdade, fugindo dos métodos tradicionais!

Saiba mais: Aprender inglês é diferente para cada um.

Dê um boost no seu inglês com o nosso material gratuito abaixo!

 

CTA_MEIO_TURBINE_INGLES

Fonte: Exame 

Deixe um comentário