Conheça as profissões que possuem o inglês como língua obrigatória

By Hey Peppers!
In fevereiro 13, 2017
603 Views

Está claro que o mundo é bem maior para quem possui menos barreiras de comunicação. Neste contexto, os benefícios da fluência em uma segunda língua, principalmente a inglesa, não estão relacionados somente ao mercado de trabalho.

No entanto, cada vez mais a globalização traz um certo “encolhimento” ao mundo, aproximando diferentes culturas. Esta proximidade aumenta de acordo com o avanço da tecnologia e quem mais se beneficia com isso? O mundo dos negócios.

É por este motivo que o estudo de uma segunda língua se torna cada dia que passa mais importante para o mercado. Não trata-se mais de diferencial, é necessidade. Afinal, a não fluência em um idioma como o inglês, por exemplo, hoje pode levar empresas a perderem novas oportunidades de negócios ou impedir profissionais de acessarem inovações por conta das barreiras de comunicação.

Em algumas profissões, tem-se o inglês como língua obrigatória. Neste caso, chegar ao primeiro emprego ou estágio com o inglês na ponta da língua faz muita diferença, além de facilitar a ascensão na carreira.

Para Ana Carolina Azevedo, gerente de recrutamento do Google para a América Latina. “A falta de inglês fluente continua sendo um grande fator de eliminação de bons profissionais”, pontua.

Com o objetivo de ajudar seu filho a chegar preparado no mercado e evitar surpresas, elencamos algumas profissões onde a língua inglesa é imprescindível.

Marketing:  Considerando o fato de que o profissional de marketing deve estar sempre atualizado com as tendências de mercado, a importância do profissional de marketing saber inglês está no fato de que as principais publicações relacionadas à área quase sempre são produzidas lá fora. A “Biblioteca” de informações do Google é muito mais vasta para quem domina o inglês, por isso, o profissional que não possui fluência na língua acaba perdendo a oportunidade de se manter atualizado.

Profissionais da área de TI: Esta área está em constante transformação, por isso, também exige um nível de atualização constante. O inglês avançado está presente na rotina destes profissionais. Isso porque os livros de TI geralmente não são escritos no Brasil. Além disso, a linguagem de programação que o profissional desta área utiliza são todas escritas em inglês, ou seja, a fluência na língua é essencial.

Gerente de comércios exteriores: Sem a fluência no inglês é praticamente impossível ocupar este cargo em uma empresa. Em alguns casos, a empresa exige que se fale uma terceira língua. Isso porque a interação com os mercados de outros países é diária. Por este motivo, saber inglês com propriedade é um ítem básico, pois uma boa comunicação, além de auxiliar nas negociações, gera novas oportunidades.

Engenharia: Trata-se de um mercado com escassez de pessoas fluentes em inglês, por isso, quem possui estas habilidades acaba se destacando. Mas não se engane: a fluência na língua vem tornando-se cada vez mais importante nesta área. O inglês técnico, utilizado para a leitura de manuais ou para enviar e-mails já é algo ultrapassado nesta áreas. Alguns setores como construção civil, acabam provocando a entrada de multinacionais no Brasil, o que torna necessária a contratação de profissionais fluentes no inglês.

Turismólogo: O turismólogo utiliza o inglês em todos os momentos. Seja para apresentar os lugares aos turistas, conceder informações e realizar o planejamento de atividades. Ele trabalha diretamente com a comunicação, por este motivo, é imprescindível que ele tenha fluência na língua.

Carreira acadêmica: Não é possível alcançar diplomas de pós-graduação ou doutorado sem que se tenha domínio do idioma. Por isso, se o seu filho sonha em seguir na área acadêmica, ele deve se preparar. De acordo com o Diretor da Escola de Engenharia da UFRGS, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho o inglês é a língua da ciência. “O inglês é indispensável. É a língua na qual se publicam as coisas mais atuais, onde os pesquisadores se encontram. Quem não sabe terá dificuldade para acessar as publicações científicas”, diz Silva Filho.

Falar inglês fluentemente torna seu filho um profissional completo para o mercado de trabalho. Por isso, não exite em conversar com ele sobre isso e investir o mais cedo possível neste tipo de formação, pois a verdadeira fluência é adquirida com o hábito de ouvir e, após isso, buscar expressar-se. Por isso, aposte em uma escola que ofereça ao seu filho aulas de conversação, pois a capacidade de expressar-se em inglês é uma característica que as empresas valorizam muito.

Leitura sugerida:

ebook03-947x524

Deixe um comentário