O uso da Língua Americana de Sinais como ferramenta no ensino da Língua Inglesa

By Hey Peppers!
In maio 4, 2018
1755 Views

A Hey Peppers! hoje ensina uma terceira língua para as crianças que já estudam o inglês, a Língua Americana de Sinais (American Sign Language – ASL). E os resultados obtidos no período de um ano desde a implantação da língua como recurso de ensino nas aulas surpreenderam a todos.

Como deve ser o ensino de um novo idioma?

Ensinar uma nova língua para crianças deve ser algo lúdico. E, além disso, também precisa ser feito da mesma forma como elas aprenderam a sua língua materna: através da exposição ao idioma de forma clara e dentro de um contexto compreensível a elas.

A criança aprende o idioma sem desenvolver nenhuma resistência. Desde que aquilo que lhe for ensinado faça sentido.

O que é a Língua Americana de Sinais?

A Língua de sinais faz parte da história da humanidade. Todos seres humanos usam gestos e expressões faciais. Mas a American Sign Language (ASL), também conhecida como Língua Americana de Sinais, é usada hoje por comunidades surdas nos Estados Unidos e no Canadá.

A comunicação é feita através das mãos, movimentos e expressões faciais. A ASL é uma língua como qualquer outra, porém, não falada.

Quais são as vantagens de aprender a ASL?

Crianças ao aprenderem um novo idioma costumam ligar os sons das palavras com algumas figuras. Por isso, professores usam tantos flashcards e imagens como ferramenta em sala de aula. Para que os alunos possam atribuir significados próprios para os vocabulários trabalhados.

Sabendo então que uma criança precisa de recursos visuais em aula para potencializar o seu aprendizado, trouxemos para a escola o ensino de uma terceira língua. No caso, a língua de sinais.

O ensino da Língua de Sinais possibilita uma gama de vantagens ao aluno. Tais como a melhora no vocabulário e em habilidades linguísticas, atenção visual, incentivo a comunicação, diversão. E é claro, a oportunidade de se comunicar com surdos que utilizam a ASL como língua materna.

A Língua de Sinais beneficia os aprendizes nas habilidades emocionais, sociais e cognitivas. Os alunos valorizam muito as aulas de inglês após utilizarem a Língua de Sinais simultaneamente com a Língua Inglesa. Isso porque o ensino contempla os canais de aprendizagem e leva em consideração o perfil do estudante. Seja ele visual, auditivo ou cinestésico. Todos participam.

Sendo assim, o ensino da Língua Inglesa juntamente com a Língua Americana de Sinais se mostrou extremamente eficaz e eficiente com crianças de 03 à 12 anos que já utilizam a fala e os sinais como fonte de comunicação também em línguas estrangeiras.

Por que aprender apenas uma segunda língua quando se pode aprender uma terceira também?

Deixe um comentário