Guia Completo Hey Peppers! de intercâmbio para viajar sem burocracias

By Hey Peppers!
In abril 3, 2019
814 Views

 

Tá pensando em fazer um intercâmbio? A Hey Peppers! te auxilia com toda a burocracia da viagem para você poder viajar tranquilão.

 

Viajar é sempre um momento muito bom, né? Conhecer novos lugares e pessoas diferentes. Isso todo mundo sabe e adora fazer. Mas quando vem a parte burocrática é que a gente se dá conta do quanto pode ser complicado viajar para outro país. Só que nem sempre precisa ser assim. A Hey Peppers! possui um suporte completo para você viajar sem burocracias: auxílio para encontrar passagens, cursos e hospedagens, dar os melhores passeios sem ter problemas de locomoção, tirar o visto e se comunicar com nativos e com a sua família sem galho. Por isso, montamos um guia com dicas e normas para você viajar para fora do país sem sofrer com questões burocráticas e aproveitar ao máximo essa experiência. Se liga!  

Índice

 

  1.  O início – À procura de um lugar para viajar

1.1 Programa Família

1.2 Programas individuais

1.3 Estudar e trabalhar?

1.4 Formação internacional

  1. Escolhido o lugar? Bora para as questões legais!

2.1 Países da Europa e Nova Zelândia

2.2 Estados Unidos

2.3 Canadá

2.4 Austrália

  1. Orientações pré-embarque: Passagens, hospedagem e cursos

3.1 Passagens e bagagens

3.2 Hospedagem em casa de família

3.3 Cursos

  1. Quer  ter uma experiência de trabalho fora?  

4.1 Quer trabalhar? Então você precisa estudar

  1. O embarque

5.1 Possíveis perguntas na imigração

 

1. O início – À procura de um lugar para viajar

Tudo vai começar com a sua decisão de fazer um intercâmbio. Se você já escolheu o seu destino por alguma razão, ótimo, uma questão a menos para você pensar. A Hey Peppers! possui um amplo convênio com escolas ao redor do mundo para você escolher. E se você tem preferência por algum outro país ou cidade, não tem problema, a gente te ajuda a programar a viagem toda. Caso ainda não saiba para onde ir, é importante fazer uma avaliação que compare você com o lugar que deseja ir.

Conheça os principais destinos de intercâmbio da Hey Peppers!

Leve sempre em consideração seus gostos pessoais: prefere frio ou calor? Gosta de atividades mais sérias (museus, exposições, etc) ou programas mais animados (parques, compras, etc.)? É importante avaliar qual o objetivo fora do país. Vai a trabalho ou estudos? Seu intercâmbio é individual ou em grupo? Você pretende viajar com sua família? Esses pequenos detalhes podem fazer toda a diferença na sua viagem e transformar sua estadia em outro país um experiência ainda mais marcante para você.  

Programa Família
Voltado para pais e mães que querem viajar com seus filhos. Uma experiência incrível em família, podendo estudar e aproveitar o  dia explorando o destino escolhido. Destinos: Orlando e Vancouver.

Programas individuais

Com os programas individuais você tem a liberdade de escolher a quantidade de semanas que pretende fazer seu curso. Intercâmbio do jeito que você quiser. A Hey Peppers! tem parceria com escolas de todo o mundo:

  • Austrália – Brisbane, Melbourne e Sydney.
  • Canadá – Calgary, Montreal, Toronto e Vancouver.
  • Estados Unidos – Boston, Charleston, Chicago, Dallas, Edmond, FortWayne, Kirksville, Miami, New York, Orlando, Philadelphia, San Diego, San Francisco,  South Bend e Toledo.
  • Índia – New Delhi.
  • Inglaterra – Brighton, Cambridge, Canterbury, London e Ramsgate.

Estudar e trabalhar?
Combine seus estudos com a possibilidade de trabalho remunerado em outro país. Oportunidade ímpar para você aperfeiçoar idioma, ter a chance de recuperar parte do seu investimento e ainda morar fora.

Formação internacional

Combine estudos de idiomas e acadêmicos, para total fluência através de um curso no exterior. A Hey Peppers! te dá a oportunidade de cursos em todos os graus de ensino fora do país: médio, graduação, mestrado, doutorado, especializante, idiomas e tudo mais que você quiser.

A Hey Peppers! pode te ajudar em desvendar o mistério de descobrir qual lugar pode se encaixar melhor com o seu perfil. É só marcar uma conversa e tirar todas as suas dúvidas.

Veja os 10 destinos mais procurados para fazer intercâmbio

Leia as histórias de quem já viajou pelo mundo com a Hey Peppers!

2.Escolhido o lugar? Bora para as questões legais!

Vamos começar pelo passaporte. Se você é maior de idade, o processo é mais tranquilo. Você vai precisar deixar seu RG, CPF, título de eleitor com comprovante de votação ou certidão de quitação eleitoral. Também é necessário apresentar o comprovante de pagamento do Guia de Recolhimento da União (GRU), um dos documentos instituídos pelo Ministério da Fazenda para que o cidadão faça pagamentos a Órgãos Públicos Federais, e o agendamento. Homens ainda precisam apresentar a documentação de dispensa  militar. O custo de tirar o passaporte, hoje, é de R$258. Não é preciso levar fotos 3×4, hoje todo o sistema é automatizado e a foto é feita na hora, junto com a coleta dos dados biométricos.

Para os menores de 18 anos, além de apresentar os documentos exigidos, exceto os obrigatórios para maiores de idade, é preciso apresentar o documento de autorização dos pais. Quando o menor vai viajar sozinho ou com um dos pais, ele é necessário. Só é dispensável quando a criança viaja com ambos os pais. Em caso de um dos parentes ser falecido, leve a certidão de óbito também. A partir de 12 anos você já pode programar sua viagem para intercâmbio individual, sem a companhia dos pais, mas para destinos específicos como Orlando, nos Estados Unidos, e Ramsgate, na Inglaterra. Com 16 anos já é possível ir para todos os destinos oferecidos pela Hey Peppers!.

Países da Europa e Nova Zelândia

Quanto ao visto, alguns países não cobram este documento se você for passar um curto período por lá. Em países da Europa e também na Nova Zelândia o visto só é necessário se você vai ficar mais de 90 dias no país. No entanto, se você pretende viajar para os Estados Unidos, Canadá ou Austrália, é necessário gastar um tempinho para retirar tudo que precisa. O processo todo vai conter taxas de emissão. Geralmente não são caras, mas é bom se planejar para não ter surpresas.

Estados Unidos:

1º passo: É necessário preencher o Formulário DS-160, disponível aqui. Após preencher, guarde seu número de ID do formulário e imprima a página de confirmação após o processo.

2º passo: Agende sua entrevista com a imigração, que você pode fazer aqui. Crie um login, agende uma data, sempre utilizando o número de confirmação do DS-160. Você também pode agendar a entrevista pelo telefone. Agende a ida ao CASV e ao Consulado.

3º passo: No dia agendado, vá ao Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) leve a confirmação do DS-160, o passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. Lá você fará um cadastro com foto e biometria.

4º passo: Vá ao consulado no dia agendado e leve a documentação que você fez.

5º passo: Espere até 10 dias úteis para receber seu visto. Você pode acompanhar sua solicitação aqui.

Lembre-se de sempre apresentar todos os documentos que comprovam que você tem um vida estável no Brasil e que não pretende seguir ilegalmente nos EUA. Carteira de trabalho, comprovantes de declaração de imposto de renda, certidão de casamento, etc, são documentos importantes e que podem te ajudar nessa hora. Todo o processo, entre passaporte e visto, pode levar em torno de 30 dias, então não se desespere com a demora para conseguir todos os seus documentos.

Canadá:

Viajar para o Canadá é uma experiência marcante. Um lugar vasto e cheios de campos e lagos prontos para serem explorados. Um país para apreciar o melhor que a natureza tem a oferecer! Mas para poder apreciar toda essa beleza, alguns passos são diferentes para conseguir tirar um visto. Ele é bem menos complexo do que dos Estados Unidos, mas requer alguns cuidados na hora de separar a documentação.

1º passo: Acesse o site do Governo do Canadá e crie uma conta para realizar o processo.
2º passo: Preencha os formulários de acordo com as instruções. Você vai precisar de uma câmera e um scanner para digitalizar documentos e tirar fotografias.  Separe os formulários preenchidos, cópia do passaporte, 2 fotografias 3×4 cm, comprovantes de situação financeira (extratos bancários dos últimos meses, comprovante de renda, etc), cópia da certidão de casamento (se necessário). Apresente também o motivo da viagem.
3º passo: Pague a taxa de 100 dólares canadenses e submeta a aplicação.

4º passo: Aguarde o retorno, sua solicitação pode levar até 15 dias úteis.

5ª passo: Após a confirmação, você receberá um e-mail que solicita a entrega do seu passaporte e o cadastro biométrico que deve ser feito no Centro de Solicitação de Vistos (CVAC) mais próximos.

Se você já possui o visto americano, não é necessário levar os documentos e nem fazer o cadastro biométrico. Nestes casos, o visto fica muito mais fácil, basta fazer o cadastro do eTA, a autorização eletrônica.

Austrália:

A Austrália é conhecida pelas suas belas praias e pelos bizarros e mais diferentes animais do mundo. Mas todo e qualquer problema que você pode encontrar com esses animais, você não vai ter na hora de tirar o visto. Para conseguir um visto australiano, não é necessário um processo tão burocrático, já que todo o de cadastro e aceite é feito diretamente pela internet. Tudo online!  

1º passo: Faça seu cadastro pelo site do Departamento de Imigração. Responda todas as perguntas. Ao total, são 8 páginas de questionamentos sobre sua vida pessoal.

2º passo: Após preencher, você precisa esperar uma resposta de aprovação ou rejeição do visto por e-mail. O processo é rápido.

3º passo: Após o aceite, pague a taxa de 130 dólares australianos. Ela necessariamente precisa ser paga online e com um cartão de crédito internacional.

4º passo: O tempo estimado de processamento do requerimento de visto é de 10 dias. Todo o processo é online.

Tenha sempre mãos seus documentos para preencher os formulários. Certidão de nascimento, passaporte, foto 3×4, itinerário ou reserva de passagens aéreas, provas de disponibilidade financeira e dispensa do serviço militar (para homens) são documentos básicos. Certifique-se de que suas vacinas também estão de acordo com as solicitadas pelo país que você deseja viajar.

Achou muita coisa? Não tem problema. A Hey Peppers! te ajuda com todo o suporte necessário para você não se perder no meio da papelada. Afinal, todos os documentos são importantes e necessários e ninguém quer que falte algo na hora de pedir o visto, né?

3. Orientações pré-embarque: Passagens, hospedagem e cursos

Depois de você já ter todos os documentos validados e necessários para fazer a sua viagem, é hora de pensar na hospedagem, passagens e curso. O seu guia dentro da Hey Peppers! te dará informações sobre datas de embarque, a família que irá hospedar você no exterior, caso você opte por isso, e a escola que irá frequentar. É possível optar por não comprar um pacote de intercâmbio completo, caso você queira viajar sozinho. Você pode adequar e adaptar a sua viagem de acorda com as suas necessidades. De qualquer forma, você fará encontros com seus instrutores dentro da Hey Peppers! para tirar todas as dúvidas e ficar 100% pronto para a hora do embarque.

Passagens e bagagens

Os bilhetes aéreos só são emitidos após todos os documentos estarem ok com a imigração. Depois de prontos, nele você vai saber todas as informações necessárias para embarcar e desembarcar sem problemas. Não se preocupe com isso. Se seu programa de intercâmbio for individual, você irá receber sua passagem antes da viagem. Se você estiver em uma viagem em grupo, todos deverão entrar em acordo sobre a data de embarque e o valor da passagem, e o guia da Hey Peppers! estará com seus bilhetes de passagem, documentação da escola e da residência no dia do embarque.

Na hora de arrumar as malas, certifique-se de que você vai levar somente o necessário. Não leve muita bagagem! Você pode levar até duas malas de 23kg, além de uma mala de mão ou mochila. Coloque suas roupas e itens em uma mala resistente e que você consiga carregar e deixe seus dados, como nome e endereço, bem destacados nela. Isso vai evitar maiores transtornos caso você perca sua bagagem. Além disso, destaque sua mala das outras: coloque uma fita colorida, ou algo que chame atenção. Para caso alguma emergência, coloque uma peça de roupa e alguns itens de higiene na bagagem de mão.

Hospedagem em casa de família

Se você opta por se hospedar em um hotel, por exemplo, você não precisa se preocupar tanto com conviver diariamente com pessoas tão diferentes de você. No entanto, isso pode fazer com que você não tenha uma experiência tão a fundo na cultura local. Se você optar por se hospedar em uma casa de família, a escola que irá estudar selecionará uma família adequada a sua personalidade e suas necessidades. Por isso, não tenha medo de contar ao seu guia sobre suas necessidades, se você possui alguma restrição alimentar ou alergia por exemplo, pois isso facilitará na hora de encontrar um lugar adequado para você.

A escola enviará uma carta para que sua nova família conheça você, seus gostos e sua personalidade. Com esta nova família você terá a oportunidade de conviver com a cultura local em seu contexto mais autêntico e experimentar um novo modo de vida. O choque cultural pode ser grande: a comida é diferente, as pessoas têm formas diferentes de ver a coisas, os horários são mais regrados, as distâncias são mais longas e cada família possui suas regras. É provável que você tenha que levar suas próprias roupas e arrumar seu quarto. Então abra a cabeça e tente se adaptar ao máximo ao local em que você está inserido(a).

Regra básica: seja bem humorado. Isso pode evitar uma série de constrangimentos.  Respeite os horários estipulados e saia apenas com a permissão de seus “pais” nativos. Deixe suas malas e seu quarto sempre organizados. Se não puder estar presente no jantar, avise com antecedência e jamais use o celular à mesa. A família que hospedará você vai te dar todas as condições necessárias para que você tenha uma ótima experiência (inclusive as refeições!). Então lembre-se: você é quem tem que se adaptar à rotina e aos costumes da família e não o contrário!

Cursos

A Hey Peppers! possui convênios com diversas escolas de idiomas ao redor do mundo. Este convênio é essencial na hora de tirar seu visto e justificar sua ida ao país. Além disso, esta escola que dará todo o suporte a você enquanto estiver fora. Ela será a ligação entre você e a Hey Peppers! durante o período no exterior. Além disso, para quem busca mais do que o estudo de idiomas, as escolas de lá oferecem convênios com universidades e fazem cursos preparatórios para que você faça o teste de ingresso no ensino superior com um nível de idioma suficiente.

Em alguns países, seu visto depende da sua carga horária de estudos semanais. Em lugares como EUA, Canadá e Austrália, se você estuda até 24/25 horas semanais, e não vai ficar mais do que seis meses no país, pode entrar com o visto de turista. Se você for ficar mais de seis meses e pretende estudar por um período mais longo, é necessário tirar o visto de estudante, que pode levar um pouco mais de tempo para validação.

 

4. Quer  ter uma experiência de trabalho fora?  

Muita gente faz um intercâmbio e quer vivenciar ao máximo a estadia no exterior e, por isso, procura também um lugar para trabalhar. Isso não é possível para todos os países, e as regras variam de um lugar para outro. Nova Zelândia, Austrália e Irlanda são os países que aceitam este tipo de atividade. No entanto, o período de trabalho deve ser de, no mínimo, 16 semanas. Os trabalhos são indicados pelas escolas de idiomas e, normalmente, são atividades mais práticas como atendimento, garçom/garçonete, tudo vai depender do seu nível de inglês.

Quer trabalhar? Então você precisa estudar

Imprescindivelmente, é necessário estudar enquanto trabalha. Isso dará à você a possibilidade de trabalhar o mesmo período, em horas, que você estuda. Se você estuda 20 horas semanais, pode trabalhar 20 horas semanais de forma legal. Durante o período de férias você pode trabalhar um pouco mais, se você quiser.  

5. O embarque

Tudo certo para a sua viagem? Então agora é só pegar o avião e aproveitar. Chegue com antecedência no aeroporto e não esqueça de checar toda a sua documentação antes de ir. Apresente os documentos para check-in. Lembre-se de levar na  bagagem de mão seus documentos , vouchers, medicamentos, eletrônicos (celulares, tablet, carregadores e fones), um casaco para o voo e uma necessaire para alguma emergência.

Não leve na mala de mão: produtos inflamáveis, tóxicos, objetos pontiagudos ou cortantes, armas, desodorante aerosol, spray de cabelo, ou produtos com mais de 100ml de líquido, produtos de origem animal e vegetal. O transporte de líquidos abaixo de 100ml na bagagem de mão deve ser dentro de frasqueira e em sacos transparentes. Nem precisamos dizer para não levar na mala armas, objetos pontiagudos ou cortantes, tóxicos e inflamáveis, certo? Também não coloque pilhas e materiais magnéticos. Além disso, existe um limite de garrafas que deve ser respeitado: no máximo 5 litros por bagagem. Ou seja, se você tem duas malas, pode levar ou trazer até 10 litros dentro da bagagem.

Também é possível que você seja parado pela imigração e que algumas perguntas sejam feitas a você. Não se assuste, é um procedimento comum. Fique calmo e responda a todas as perguntas tranquilamente.

Possíveis perguntas na imigração:

What is the purpose of your visit?

Qual é o propósito da sua visita?

– I’m going to visit London

– Estou indo visitar Londres

How long will you stay?

Por quanto tempo irá ficar?

– I’m going to stay for 2 weeks

– Vou ficar por duas semanas.

Where will you stay?

Onde você ficará?

– I’m going to stay in “residence”.

– Eu ficarei em uma residência, uma casa de família.

How much money did you bring?

Quanto de dinheiro você trouxe?

– I’m bringing $400,00

– Estou trazendo $400,00

Ficou interessado no plano de intercâmbio da Hey Peppers!? Marque uma conversa com a gente e tire todas as suas dúvidas.

Deixe um comentário