7 passos necessários para abrir seu próprio negócio!

By Hey Peppers!
In agosto 14, 2019
449 Views

O Brasil, infelizmente, nunca foi conhecido como um país de grandes incentivos para quem deseja empreender. O receio permeia constantemente a vida de quem deseja começar ou quem já batalha para se manter no mercado. O SEBRAE possui um preocupante e importante relatório de divulgado ainda no ano passado falando sobre a sobrevivência das novas empresas no país.

Segundo o órgão a cada 4 empresas abertas, 1 fecha antes de completar 2 anos de existência no mercado. Isso te assusta ou motiva? 

Entre questões voltadas para planejamento, investimento em ações específicas e falta de validação no mercado, esse tipo de dado provavelmente tem servido muito mais como combustível para quem deseja tirar o sonho de empreender do papel. Ao longo dos anos, seja por oportunidade ou necessidade o número de novas empresas surgindo vêm aumentando consideravelmente. 

Segundo pesquisa do  GEM (Global Entrepreneurship Monitor), que mede as taxas de empreendedorismo, divulgada pelo SEBRAE em 2018, aponta que o número de empresas no estágio inicial vem crescendo desde 2006. O governo federal já fala sobre uma média de 600 mil novos negócios surgidos por ano, segundo dados de 2018. Ou seja, os números provam que os brasileiros estão empreendendo mais

 Acreditar na ideia e no mercado são pontos de partida essenciais para se tornar um empreendedor de sucesso, esse é a sua meta? Então pega o caderno de anotações e confira agora alguns pontos fundamentais para quem deseja abrir o próprio negócio!

Purpose – Você realmente quer e está pronto para empreender?

Fugir da “tradição” e segurança de uma carteira assinada deve ter motivações suficientemente fortes. O empreendedor deve ver propósito em seu negócio, não apenas o lucro. São inúmeras as histórias de jovens engenheiros, advogados ou de qualquer outra profissão que sonharam um dia seguir outra carreira e acabam exercendo seus ofícios puramente pelo dinheiro.

O lucro deve ser uma consequência de todos os esforços reunidos em torno do negócio, e isso só será possível quando o empreendedor percebe que está totalmente pronto para investir sua produtividade e voltar sua vida para seu negócio. Afinal, ter mais tempo livre, fazer seus horários, são apenas mitos, especialmente para quem está iniciando essa jornada. 

O empreendedor deve estar motivado para motivar toda sua equipe, mesmo que esta não seja tão grande a princípio. Ele será o funcionário com mais exigências, sem uma rotina de trabalho exatamente definida e com as maiores responsabilidades.

Propósito, Resiliência, organização, visão ampla e paciência são virtudes muito importantes para o empreendedor nesse momento inicial. 

Financial – Quanto e como investir no negócio?

As questões financeiras são uma grande preocupação, e com razão. Planejamento financeiro para quem deseja abrir um negócio pode fazer a diferença na “sobrevivência” do negócio no seu mercado. O empreendedor deve entender que o retorno financeiro não virá do dia para a noite, nada é instantâneo, e no começo terá que investir muito mais do que terá de retorno. 

O ideal nessa etapa é definir um sólido planejamento financeiro, o que pode ser feito com a ajuda de um profissional, para garantir que a empresa possui capital suficiente de como que não se comprometa a médio e longo prazo. Conseguir recursos é um grande desafio quando já não se possui um valor significativo para esse investimento.

Em geral, conta-se com bancos onde é possível obter empréstimos com condições especiais, é possível também contar com investimento de sócios, mas sempre com grande cautela. Ou no caso do plano de empreender ainda estar na fase embrionária é possível realizar investimentos, com bastante pesquisa e sensatez, para em um tempo estipulado ter em mãos um capital considerável para empreender. 

What and where? – Entenda o mercado em que deseja atuar 

É fundamental planejar adequadamente as ações dentro do plano de negócio, e entender que este sofrerá mudanças ao longo do tempo pautadas em necessidades e exigências do próprio mercado. Conhecer o mercado é o principal ponto nessa etapa, principalmente para conseguir validar se seu negócio terá a aceitação idealizada. 

Órgãos como o SEBRAE podem ser bons aliados nessa etapa com orientações, capacitações e materiais para fortalecer a pesquisa dentro do mercado que se deseja atacar. Entender concorrência, potencialidades e ameaças, saber trabalhar os benefícios e ganhos possibilitados pelo seu negócio, são apenas alguns pontos a serem levantados aqui.

For whom? – Pesquise frequentemente sobre seu público-alvo

Um dos fatores mais relevantes dentro do mercado é o público-alvo, e esse merece total atenção de quem deseja começar a empreender. Pesquisas devem fazer parte da rotina, especialmente no começo do negócio, período de constante validação. Falamos aqui em conhecer muito bem pra quem você irá vender e saber comunicar-se efetivamente com essas pessoas. 

Descobrir como seu negócio poderá ajudar aquele público, onde ele pode te encontrar, o que pode fazer ele não comprar de você, que tipo de linguagem será melhor aceita, quais os hábitos de consumo, dentre outras questões, devem ser consideradas dentro das pesquisas para conseguir uma abordagem perfeita.

A aproximação com o público-alvo é um dos pontos que mais sofrem ajustes no planejamento estratégico e de marketing. São muitos testes e é importante contar com um ou mais profissionais especializados para articular o melhor plano de comunicação. 

A busca por uma validação mais rápida do público é o que leva, por exemplo, vários empreendedores a participarem de franquias. Isso se deve ao fato da franquia já ser um modelo com aceitação comprovada, o que aumenta a chances de sucesso do negócio.

How? – Planejamento estratégico

Um bom planejamento garante organização das ações, pode diminuir as incertezas e é um norte para quem está começando a empreender. Identificar potencialidades e obstáculos do mercado junto das pesquisas de mercado, ferramentas como CANVAS, MVP, 5W2H, SWOT, dentre outras, podem (e devem) ser artifícios utilizados somados a ajuda de profissionais especializados, se possível. Investir na validação e viabilidade do seu negócio é um ponto chave para o sucesso. 

Tomando, por exemplo a 5W2H, sete perguntas basilares deverão ser respondidas:

  • o que será feito? (what)
  • por que será feito? (why)
  • onde será feito? (where)
  • quando será feito? (when)
  • por quem será feito? (who)
  • como será feito? (how)
  • quanto custará? (how much)

O plano deve contar também com um cronograma estratégico, tudo bem fundamentado e documentado, separando as etapas de pesquisa, objetivos e metas, execução e análise dos resultados. Reúne-se aqui também todos os recursos disponíveis e necessários, sejam humanos, financeiros, etc. 

A proposta é que as decisões sejam tomadas com o máximo de programação e embasamento, diminuindo os riscos e prejuízos na implementação. 

The paperwork – Conheça todas as questões burocráticas envolvidas

Compreendendo que os tópicos levantados aqui não são exatamente um checklist com ordem específica, vamos levantar agora um ponto que permeia toda a abertura do negócio desde que se decide retirá-lo do papel: a papelada!

Nem sempre o empreendedor inicia essa jornada com pleno conhecimento do que é necessário em termos burocráticos para começar seu negócio. Porém, se ainda não pode ter total ajuda de profissionais é importante buscar órgãos que possam prestar uma consultoria preliminar ou mesmo pesquisar mais sobre essas questões.

Regularizar o negócio junto aos órgãos públicos (municipais e/ou estaduais), é um dos primeiros passos. Entender que tipo de licenças são necessárias, regime tributário, definir razão social e nome fantasia e conferir disponibilidade para o contrato social, são alguns dos processos mais básicos.

Após isso é fundamental contar com um advogado para reconhecer os documentos em cartório e, se possível, ter um contador a disposição para conversar sobre a questão tributária e buscar pagar um valor menor. É comum a escolha do Simples Nacional.

Ready?Pronto para iniciar a jornada de empreendedor?

Realizar o sonho de empreender passa pela convicção de que o caminho não será fácil mas que a determinação e o foco nos resultados farão tudo valer a pena. Muito planejamento e pesquisas, um bom direcionamento das ações, saber gerenciar os recursos e lucros, além de uma visão sempre bem aberta do mercado podem fazer total diferença nessa empreitada. 

Se você está realmente pronto e certo do seu know-how para abrir o negócio, conte com nossas dicas para realizar esse sonho, certamente você está no caminho certo! 

Conhece alguém que está começando essa jornada? Compartilhe esse conteúdo e leve esse conhecimento para quem precisa!

Deixe um comentário